Google
WWW http://lucasmlopes.blogspot.com

sábado, 21 de março de 2009

[ Amorístico ]



A arte imita a vida,
A vida imita a arte
Quem começou
Que(m) sabe (?).

Se arte é a vida,
Se viver é o amar,
E humor é a arte,
O Amar é o humor.

Não é humorístico dizer
Que a graça aparece sempre;
Quem não perde nunca a piada,
Perde mais do que uma amizade.

Não vamos chorar sempre
Nem se enxugar salgadamente,
Deixemos os palhaços exilados
A praticar a arte de gracejar.

Para nós, apenas o fundamental:
Melhor do que arrancar risos,
Prefiro conquistar os suspiros
Mesmo que as flores sejam
[de carne e osso.


Lucas Macedo Lopes
18 de março de 2009

~/Ł/~

4 comentários:

Luana Silva disse...

"conquistar". a palavra certa para arrancar um suspiro da flor "de carne e osso".

Amanda Boiing disse...

Para nós, apenas o fundamental:
Melhor do que arrancar risos,
Prefiro conquistar os suspiros
Mesmo que as flores sejam
[de carne e osso.

agora diga se ele não é um escritor.
perfeito demais *-*'

MARLO RENAN disse...

Lucas Arts, como sempre, insuperável no quesito "poesia".

Sério, cara, teus poemas são muito bons. Invista nisso.

Parece que a última estrofe de "Amorístico" conquistou o público. Realmente, digno de apreço. ;D

Abraço!

dora_linhares disse...

com esse texto, você, literalmente, conseguiu conquistar um suspiro meu...e olha que sou uma flor (e de carne e osso - vale lembrar).

amei!

O importante não é aquilo que fazem de nós, mas o que nós mesmos fazemos do que os outros fizeram de nós - Jean-Paul Sartre